A Construção do Humano na História da Psicologia

capa_frente

A Construção do Humano na História da Psicologia: Perspectiva da Integração / Esternalismo no Modelo Científico Contemporâneo

por Anna Cristina De Filippo CRP nº 3642

Apresentação

Originalmente trabalhada como uma tese a ser apresentada ao Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), para obtenção do grau de doutora em Psicologia, na área de concentração em Epistemologia e Metodologia Científica, sob orientação da professora doutora Élida Sigelmann, aos poucos as pesquisas sobre a construção do humano na historia da Psicologia como integração das abordagens internalista e externalista de historiar foi mostrando caminhos que poderiam ser trilhados por diversos estudiosos e não somente por aqueles voltados para o estudo do comportamento e dos processos mentais dos indivíduos.

Como perceberemos no decorrer de nossa leitura, os autores que chamamos ao dialogo na tessitura deste trabalho terminam por centrar o fenômeno da construção do humano em em partes de um todo que o constituem. Essas partes respondem a questão socioeconômicas e culturais exclusivamente. Quando elas variam, o humano também varia, embora não haja qualquer explicação de como essas variações reorientam o processo de percepção ou o de aprendizagem, o que proporcionaria uma visão do todo à realização do humano, uma integração internalismo/externalismo.

É implícita a existência de um ideal de sociedade levando a um ideal de ser humano, que, dividindo o escasso ou abundante, ficaria equilibrado em seu funcionamento. Não se trata aqui do que seja justo, mas gostaria de enfatizar a dificuldade de explicar como se daria o equilíbrio, na realização do humano, frente a igualdade. Como na construção internalista, falta uma teoria integradora de vídeos aspectos do humano, embora por razões diferentes.

A nossa proposta não é realizar a aludida integração, pois esse é um desafio, até então, intocado na História da Psicologia. Propomo-nos, sim a apontar a existência de um caminho ainda não apresentado por qualquer outro autor – nosso ponto originalidade neste trabalho – caminho este que viabiliza a resolução desse desafio.

A Autora

Prefácio

É como muita honra e orgulho que escrevo este prefácio, apresentando o trabalho da Professora Doutora Anna Cristina de Filippo. Em primeiro lugar gostaria de agradecê-la ter me presenteado com a honra de escrevê-lo, pois durante sua trajetória na vida acadêmica tive a oportunidade de não só conhecer seu trabalho como a mestra e doutora, trabalho este de intensa dedicação e, acima de tudo, de respeito pelo ser humano em sua individualidade, particularidade e historicidade de sua existência.

Anna é uma mestra que transmite à seus discentes mais do que um conteúdo teórico, ensina-os a aplicar o conhecimento não como uma teoria fria, congelada, mas como uma bússola que aponta caminhos que cada qual em sua individualidade e com sua peculiaridades de seres humanos irão seguir.

Sinto-me deverás orgulhosa, pois o fruto de um ardo trabalho, que é a elaboração de uma tese de doutorado, multiplicou-se num livro repleto de saber.

Quando éramos ainda doutorandas, fomos instigadas a construir através de um processo único e ao mesmo tempo comum a todos que é a reflexão. Neste momento não poderia deixar de voltar na historia e destacar um ícone da própria Historia da Psicologia no Brasil, o professor Fanco Lo Presti Seminério, que teve, conforme muitas vezes presenciei, um papel de provocar, apontar possíveis caminhos sem querer se impor, mas respeitando o direito de cada um de criar a partir de suas próprias reflexões. Deixo claro que tanto nobre mestre, quanto a professora doutora Élida Sigelmann marcaram a existência e a historia da doutora Anna Cristina de Filippo.

Tenho absoluta certeza de que a obra cujo o leitor tem em mãos lhe proporcionaria o conhecimento acadêmico importante e necessário. Entretanto, o seu inexorável valor esta em sorver da fonte o néctar do que inquieta a todos nós: a nossa existência como seres humanos, que trazemos conosco uma historia interior própria e única e um a historia externa, relacionada ao contexto social de cada um. Logo, o que cada um dos leitores terá em suas mãos como presente trabalho é a possibilidade de vislumbrar o que há de mais valioso nos caminhos irão percorrer ao longo de sua existência, que é a sua integração e a sua construção como sujeitos completos e plenos, para encontrar a realização de sues ideais.

A Professora e Doutora Anna Cristina de Filippo, trilhou uma parte do seu cominho coroada comeste brilhante livro, e a continuidade de seu percurso será realizada com o mesmo brilhantismo e humanidade.

Sucesso!

Tânia Cristina Ferreira de Araújo

Publicação de 2010 pela editora Virtual Books.